Curiosidades
Cães ajudam a diminuir os efeitos negativos da pandemia.

Cães ajudam a diminuir os efeitos negativos da pandemia.

Passar maior tempo dentro de casa e isolado tem causado alguns transtornos sociais que vêm sendo superados por tutores que têm cães que ajudam a diminuir os efeitos negativos da pandemia.

A pandemia causou um grande impacto no estilo de vida de toda a população do mundo. Dessa forma uma grande parte das pessoas adaptaram suas rotinas aos novos padrões dentro de casa. Dessa forma as dinâmicas familiares sofreram modificações e, como um efeito reflexo, o dia a dia dos cães também teve que se adaptar.

Um dos efeitos da pandemia é que o número de tutores aumentou. Isto porque os cães têm sido a principal companhia durante o isolamento para muitas pessoas. A maior parte das pessoas que foram entrevistadas afirmam que a principal razão de terem adquirido um cão foi pela companhia.

Nós publicamos uma matéria em janeiro de 2019 evidenciando que Ter um cão faz bem, com foco nos inúmeros benefícios para a saúde, física  e mental.

Benefícios de ter um cão

Ao longo do ano de 2020 foi possível observar que os tutores passaram mais tempo com seus cães e. Dessa forma, os benefícios dessa relação foram percebidos com maior profundidade.

Quase a totalidade de tutores afirmam que seus pets são grandes fontes de companhia e que ajudaram a reduzir sintomas de estresse e ansiedade, além de diminuem a sensação de tédio e monotonia. Nesse sentido, profissionais têm apontado que os cães ajudaram na redução da depressão durante a pandemia, sendo indicados inclusive como ferramentas de apoio emocional.

Nós falamos um pouco sobre a importante função do cão como ferramenta de apoio emocional na matéria Dia do Trabalho para Cães, publicada em 30/04/2021.

Ambiente do trabalho em home office

Matéria: Empresa deixa funcionário levar bicho de estimação para o trabalho e dá ‘licença peternidade’ para quem adotar um pet

Depois de meses trabalhando de casa, os tutores passaram a se acostumar com a presença de seus cães na rotina, sendo assim, muitos começaram a se preocupar com o momento do retorno aos escritórios e de terem que deixar cães pets em casa.

As maiores preocupações, por tanto, foram com relação ao retorno das atividades quando não forem mais em home office. Alguns tutores não sabem como o cão vai reagir quando tiverem que retornar ao antigo modo de trabalho. Do mesmo modo se preocupam com seus próprios estados emocionais quando for necessário deixar os cães em casa.

Em uma pesquisa realizada nos EUA 2/3 dos trabalhadores manifestaram vontade de levar seus pets para o escritório se fosse permitido.

Atividades de lazer

Com o passar do tempo, os tutores gostariam de poder levar seus cães para fazerem atividades de lazer fora de casa.

Muitos tutores vêm se mostrando mais confortáveis em levar seus pets em lojas abertas, eventos ou restaurantes com espaços ao ar livre. Também afirmam que pretendem viajar e querem levar seus pets junto.

Com esses dados é possível perceber o quanto os cães ajudam a diminuir os efeitos negativos da pandemia. Também se torna evidente que a convivência entre tutores e seus cães gerou impacto na vida e no emocional de ambos, além de tornar evidente como os cães se tornaram ainda mais integrados à vida das pessoas.

Olhando mais para o futuro, podemos entender o quanto existe de espaço para o crescimento de locais pet friendly, já que o desejo dos tutores é cada vez mais da companhia de seus cães em suas vidas dentro e fora de casa.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *